Políticas étnico-raciais: gestores da Prefeitura de São Carlos conhecem projetos e estrutura de Araraquara

Objetivo da visita foi conhecer as experiências positivas da cidade na pasta que visa a superação do racismo e desigualdades

Políticas étnico-raciais: gestores da Prefeitura de São Carlos conhecem projetos e estrutura de Araraquara
 
 


Nesta quarta-feira (21), Araraquara recebeu um grupo de gestores da Secretaria de Municipal de Cidadania e Assistência da Prefeitura de São Carlos, que vieram com o objetivo de conhecer as experiências positivas da cidade na pasta de Políticas Étnico-Raciais.

O grupo foi recepcionado por Alessandra Laurindo, coordenadora de Políticas Étnico-Raciais, que lhes mostrou a sede da coordenadoria, o Centro de Referência Afro "Mestre Jorge", o Centro de Cultura das Religiões de Matrizes Africanas "Genny Clemente" e a Casa SP Afro Brasil "Oswaldo da Silva – Bogé".

Foram apresentados os projetos em andamento na coordenadoria, bem como o modelo de gestão, sendo exemplificado com as legislações antirracistas construídas ao longo dos anos pela cidade e toda funcionalidade dos equipamentos.

Alessandra valorizou a troca de experiências. "Diálogos como esses são sempre oportunos no sentido de igualmente conhecer a conduta de outros municípios e poder auxiliar outras gestões com nossas experiências. Sempre estamos dispostas a ensinar e aprender, pois só assim construiremos ações regionais em consonância", explicou a coordenadora.

A cidade de São Carlos foi representada por Rodolfo Hernane Ometto, secretário municipal de Cidadania e Assistência Social; Carmelita Maria da Silva, chefe da Seção de Igualdade Racial no Centro Afro "Odette dos Santos" e João Carlos Teixeira, presidente do Conselho da Comunidade Negra de São Carlos.